Mais vendidas

Motos mais vendidas até o dia 17 de setembro de 2023

Com base nos dados fornecidos pela Fenabrave até 17 de setembro de 2023, é possível observar uma presença significativa de alguns modelos no mercado das motos mais vendidas. Destaca-se, sobretudo, a Honda CG 160, que mantém consistentemente a sua posição como líder no ranking das motos mais vendidas no país. No início deste período, a moto registrou 17.985 emplacamentos.

Durante o mês de julho, esta representante da categoria “street” apresentou um desempenho notável, com a venda de 29.899 unidades. À medida que avançamos para agosto, houve um aumento expressivo nesse número, totalizando 36.843 unidades comercializadas. Ao analisarmos o balanço anual até o momento, fica evidente o sucesso deste modelo, que já alcançou a impressionante marca de 296.921 unidades vendidas.

Honda Pop 110i 2024
Foto: Divulgação/Guarumoto Honda Motos

Quando comparamos a Honda Biz com outras motocicletas, é evidente o seu destaque notável. No início deste mês, essa scooter conquistou a segunda posição no ranking, alcançando um feito impressionante ao registrar a venda de 10.294 unidades. É importante destacar que a Biz já é amplamente reconhecida como líder de vendas no mercado nacional, como ilustrado pelas suas vendas de 13.791 unidades em julho.

Surpreendentemente, o mês de agosto trouxe um salto considerável nas vendas, atingindo a marca de 18.905 unidades. Esse aumento representa um crescimento notável de 37% em comparação com o mês anterior. Ao analisarmos o desempenho da Biz ao longo do ano, fica evidente a sua trajetória ascendente, com um total de 141.935 motocicletas vendidas até o momento.

PUBLICIDADE

Ao analisar a lista das motos mais vendidas, é possível identificar certos padrões. No início do mês atual, a Honda Pop 110i se destacou, conquistando o terceiro lugar com a venda de 6.501 unidades. Em seguida, na quarta posição, encontra-se a Honda NXR 160 Bros, que registrou a comercialização de 6.121 unidades. Encerrando o top cinco, a Honda CB 300F teve um total de 2.564 vendas.

No entanto, em setembro, surgiram dados interessantes sobre as preferências dos consumidores de motocicletas. Um dos aspectos mais notáveis desse mês foi o notável aumento nas vendas da Yamaha YBR 150. De forma notável, essa motocicleta alcançou a sexta posição no ranking, tornando-se o modelo mais vendido da Yamaha, com um impressionante total de 1.958 unidades comercializadas.

Após uma análise minuciosa, na sétima posição, encontra-se a Honda PCX 160. Este modelo de scooter alcançou um impressionante total de 1.801 unidades vendidas, revelando um crescimento significativo nas vendas. No entanto, de forma surpreendente, a Yamaha Fazer 250, que anteriormente liderava as vendas da marca, caiu para o oitavo lugar, com a comercialização de 1.687 unidades.

Em seguida, na nona posição, podemos observar a presença da Yamaha XTZ 250, que registrou um total de 1.626 unidades vendidas. Na décima colocação, a Honda XRE 190 se destaca com 1.557 unidades comercializadas. Logo após, na décima primeira posição, encontra-se a Yamaha Crosser 150, que obteve a marca de 1.499 unidades vendidas. Para concluir esta parte do ranking, a décima segunda posição nos surpreendeu com o retorno da Yamaha Fazer 150, que alcançou um total de 1.479 unidades comercializadas.

Ranking das 20 motos mais vendidas até o dia 17 de setembro de 2023:

  1. Honda CG 160 – 17.985
  2. Honda Biz – 10.294
  3. Honda Pop 110i – 6.501
  4. Honda NXR 160 Bros – 6.121
  5. Honda CB 300F – 2.564
  6. Yamaha YBR 150 – 1.958
  7. Honda PCX 160 – 1.801
  8. Yamaha Fazer 250 – 1.687
  9. Yamaha XTZ 250 – 1.626
  10. Honda XRE 190 – 1.557
  11. Yamaha Crosser 150 – 1.499
  12. Yamaha Fazer 150 – 1.479
  13. Honda Elite 125 – 1.272
  14. Yamaha Ys 150 Fazer – 919
  15. Honda ADV – 611
  16. Shineray XY 125 – 604
  17. Yamaha Nmax – 531
  18. Yamaha Fluo 125 – 514
  19. Yamaha Neo 125 – 503
  20. Shineray XY 50 – 463

PUBLICIDADE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo